A importância de Planejar

A importância de Planejar

O maior homem da História, o SENHOR JESUS CRISTO ensinou:

Lucas 14: 28- “Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar”.

O Planejamento fundamental para todo e qualquer tipo de empreendimento, e, como Planejar? Observe o texto:

Habacuque 2: 2- “Então O SENHOR me Respondeu: ‘ESCREVA claramente a visão em TÁBUAS, para que se leia facilmente’”.

“Escrever… em tábuas”, ou seja, escrevendo, todo planejamento requer que escrevamos, mesmo os que já tenham um modelo pré-definido.

No ato da criação, O CRIADOR o faz de modo ordeiro, Cria primeiro os céus e a terra (Gênesis 1: 1), tendo já ali toda a matéria prima de que dispomos; depois Cria a luz, fazendo separação entre luz e trevas (Gênesis 1: 6-8); depois, separa águas, logo depois separa água de porção seca, a qual chamou terra (Gênesis 1: 9-13); então Cria os luminares (Gênesis 1: 14-19); depois Cria os animais (Gênesis 1: 20-24); e só então Cria o homem (Gênesis 1: 26). Perceba que houve Planejamento, se o homem tivesse sido criado antes dos luminares, por exemplo, não teria condições de sobreviver.

Os pilares da Administração são: 1. Planejamento, 2. Execução e 3. Controle. Uma definição de Planejamento é: “Estabelecer as atitudes necessárias para alcançar os objetivos” (MURDOCK, 2007).

Planejamento

O Planejamento é a etapa do processo de gestão em que se decide antecipadamente sobre as ações, e tem como escopo garantir o cumprimento da missão da empresa, assegurar sua continuidade, otimizar os resultados de suas áreas componentes, aumentar a probabilidade de alcance dos objetivos estabelecidos e manter o controle sobre os vários aspectos de sua gestão econômica.

A importância do planejamento na atividade empresarial por meio da caracterização de alguns problemas que a sua ausência traz, tais como repetição de erros do passado, perda de benefício da experiência dos gestores de nível hierárquico inferior, pouca oportunidade para envolver em decisões as ideias daqueles que efetivamente executarão as atividades.

Execução

A execução é a etapa do processo de gestão na qual as coisas acontecem, em que as ações emergem por meio do consumo de recursos e sua transformação em bens e serviços.

Controle

O controle é a etapa do processo de gestão, contínua e recorrente, que avalia o grau de aderência entre os planos e sua execução; analisa os desvios ocorridos, procurando identificar suas causas, sejam elas internas ou externas; direciona as ações corretivas, observando a ocorrência de variáveis no cenário futuro, visando alcançar os objetivos propostos.

Em estudo realizado em 2013, o SEBRAE Nacional apontou que 24,4% de empresas abertas fecham as portas com menos de dois anos de existência. E esse percentual pode chegar a 50% nos estabelecimentos com menos de quatro anos, devido à falta de Planejamento.

O Planejamento permite que correções sejam feitas já no “papel”, evitando assim, dispêndios desnecessários de recursos e tempo em atividades que não gerarão resultados, por isso e muito mais, separar tempo expressivo para planejar é primordial para o sucesso de todo e qualquer empreendimento.

Eclesiastes 10: 19b- “e por tudo o dinheiro responde”. Pelas coisas materiais, o dinheiro por tudo responde…

Willian Sousa
Consultor Empresarial
Especialista em Controladoria e Finanças

Compartilhar notícia: Facebook Twitter Pinterest Google Plus StumbleUpon Reddit RSS Email

Comentários